quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

KC-390 e o REVO - Parceria de Sucesso

Futuro cargueiro da FAB realiza primeiro procedimento de REVO em caças

Voo do KC-390 como tanker e de caças F-5M como receivers aconteceu em Santa Cruz, na Ala 12
A primeira missão de reabastecimento em voo do futuro cargueiro da Força Aérea Brasileira (FAB), o KC-390, foi realizada com sucesso. Desde o dia 1º de fevereiro até esta quarta-feira (22/02), militares da FAB e profissionais da Embraer trabalharam juntos em mais uma campanha de ensaios em voo, dessa vez para teste do WARP, sigla em inglês para Wing Air Refulling Pod. O equipamento fica localizado abaixo das asas do cargueiro e é responsável pelo funcionamento da mangueira de reabastecimento, que tem 30m de comprimento. Como receivers, foram utilizados caças F-5M.



Embora, dessa vez, o contato tenha sido em seco, ou seja, sem efetiva transferência de combustível, todos os demais procedimentos envolvidos no REVO foram efetivados. Raphael Leme, líder da engenharia de ensaios em voo do KC-390, explica que esse é um teste importante, já que se trata do primeiro tanker produzido pela Embraer. “Estamos trabalhando com o fator novidade”, afirma. Ele explica, ainda, que o principal aspecto a ser testado é a capacidade do software do WARP de tensionar a mangueira: ela não pode formar ondas, tampouco se pode permitir aquilo que se chama de ‘mangueira morta’, quando não há sustentação. 


Outro desafio enfrentado nesse ensaio é que, quando há duas aeronaves em contato, é preciso encontrar parâmetros comuns para se montar o perfil de voo. Nos ensaios, os voos são realizados no chamado ‘envelope’ da aeronave, ou seja, dentro das condições mais críticas do avião no que se refere à velocidade e à altitude mínimas e máximas. “Como o F-5M e o KC-390 possuem envelopes diferentes, é preciso encontrar um terceiro envelope, fruto das interseções entre as duas aeronaves, para realizar o reabastecimento”, explica o Tenente-Coronel Fernando Benitez Leal, gerente técnico do programa KC-X. 


O Major Kildary Sena, piloto de ensaios que comandou um F-5M durante um dos voos de REVO, explica algumas especificidades da nova aeronave, como a capacidade de reabastecer e de ser reabastecido e também de reabastecer helicópteros. “Outros aspectos que fazem diferença são o sistema de pilotagem fly-by-wire e o motor turbofan – como aqueles usados na aviação comercial”, afirma. Eles fazem com que o avião tenha mais estabilidade e o ar saia menos turbulento para as aeronaves que estão
atrás, ainda que em uma velocidade mais alta.  




 Próximos passos – O cronograma de término da campanha de ensaios do KC-390 vai até final de 2018. Atualmente, há dois protótipos realizando testes em voo, em paralelo, e um terceiro está em fase de finalização de montagem. Ao todo, serão mais de 2 mil horas de voo para realização dos testes de desenvolvimento e certificação.

Fonte: Agência Força Aérea, por Ten Gabriélli Dala Vechia







segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Visite a "Fumaça" em 360º de pura emoção


Que a Esquadrilha da Fumaça nos emociona nos shows aéreos no Brasil e no exterior já não é novidade.
Agora, imagine você, de dentro da sua casa, em qualquer parte do mundo, visitando o hangar do Esquadrão de Demonstração Aérea, suas salas, aeronaves e sua história...

Tudo isso é possível através do link que segue no final dessa matéria, onde podemos conferir onde todo o processo de treinamento, manutenção comando do EDA são discutidos e executados para mostrar ao publico, a excelência que vem de uma das maiores e melhores esquadrilhas de demonstração aérea do mundo.



Um super obrigado aos Homens e Mulheres que desde seu inicio, tornam a Esquadrilha da Fumaça, o sonho e o orgulho nacional.

Fumaça ... Já!






Texto e pesquisa: Bruno Cilento

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Brasil e IBAS Combinação perfeita!

O Rio de janeiro foi o palco escolhido para o grande espetáculo que é a IBAS- International Brazil Air Show 2017 e contará com atrações incríveis e inéditas para o céu carioca.



Reconhecido como um importante evento de demostração e comercio de aeronaves, a IBAS contará também com seminários e palestras dirigidos por importantes nomes da aviação e tecnologia aeroespacial mundial, além é claro, do pátio do Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim, o Galeão, repleto de aeronaves conhecidas e inéditas para os amantes da aviação e curiosos.


A organização espera um sucesso de publico, já que pela primeira vez, um evento desse porte e comparável a grandes exposições como a FIDAE e a OSHKOSH é realizado no Brasil, país de origem do Pai da Aviação, Alberto Santos Dumont.

Segue abaixo, mais informações

O WINGS OF CHANGE 2017 (WoC) é um evento organizado pela IATA e pelo IBAS, que trará líderes da industria aeronáutica, autoridades politicas, executivos de aeroportos e empresas aéreas, reguladores e serviços do turismo, principalmente da America Latina, para discutir as oportunidades e desafios da industria da aviação.

O WoC 2017 terá a presença de mais de 700 pessoas e será uma oportunidade unica para a industria se reunir em debates a respeito do mercado latino americano.




         
         
         
         
         
         


O Evento será aberto ao público nos dias 01 e 02 de Abril de 2017 e terá o custo de R$ 50,00 ( Cinquenta Reais ) por pessoa.

Para maiores informações, visite o site oficial





Todas as informações foram
retiradas do Site oficial IBAS
Pesquisa: Bruno Cilento








quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Uma " Encantadora" visita

 Você sabe o que é a "Encantada"?

  NÃO?!

Mas sabe quem foi Alberto Santos Dumont?

LEGAL!

Se eu disser que Santos Dumont construiu uma pequena casa no coração de Petrópolis a convite da Princesa Isabel para passar os verões e a batizou de "A Encantada"?

Pois bem... Essa encantadora matéria segue com fotos, um breve texto e a promessa de uma curiosa visita ao lar projetado pelo Pai da Aviação.



A casa de Santos Dumont em Petrópolis é uma pitoresca residência incrustada em uma localidade íngreme na cidade. Santos Dumont recebeu o convite de veranear em Petrópolis da Princesa Isabel, na época áurea das temporadas na cidade serrana durante o Império, e ao aceitar o convite decidiu construir uma casa que atendesse suas necessidades.
A rua escolhida é hoje chamada em Petrópolis de Rua do Encanto, mesmo nome dado à casa do aviador.


A casa possui algumas peculiaridades, como uma de suas últimas invenções que é o chuveiro com água quente, o único do Brasil àquela época, sendo aquecida a alcool, e também a escada externa onde se pode somente começar a subir com a perna direita, e a interna que se pode somente subir com a perna esquerda, e a própria arquitetura da casa onde não é utilizada divisórias entre os cômodos.

A casa possui três andares, além de um observatório, por sobre o telhado.



 

Hoje, na Sala dedicada à Santos Dumont, no Museu Aeroespacial, dentre tantos objetos pessoas, fotografias e cartas escritas pelo grande inventor brasileiro, encontra-se a maquete da "Encantada".

Quantas invenções nasceram ao olhar por essa janela...

Correspondência remetida direto da "Encantada"
por Santos Dumont





Veja mais fotos abaixo, mas não deixe de visitar a casa de Santos Dumont.
Vá a Petrópolis e aproveite para visitá-la.
Além da casa, o visitante encontra lojinha de lembranças e auditórios com documentários.

A Encantada aguarda a sua visita.

Para mais fotos, clique aqui


Fotos e texto: Bruno Cilento